800 programas no ar

Desde o dia 6 de agosto de 2007 no ar, hoje o Viva Voz completa sua edição número 800. O programa é um dos projetos de extensão da Univali e desde o seu princípio contribui na formação de muitos acadêmicos. É um programa educativo, que procura levar informação de qualidade a todos os que nos prestigiam.

Hoje, na sua 800ª edição, apresentaremos o quadro “Viva Voz Opinião”. Não deixe de conferir essa edição com feras da comunicação, que comentam sobre os acontecimentos da semana de uma forma descontraída. Fique por dentro e forme você a sua opinião sobre assuntos tão importantes. Continue fazendo parte da nossa história! Deixe suas idéias fluírem em alto e bom som.

Viva Voz opinião em pauta no Viva Voz: quinta-feira, às 13h30, na Univali FM 94,9 MHz e na TV Univali, canal 26 da TV a cabo em Itajaí.

“Que a nossa voz nunca morra!”

Na segunda-feira, dia 06, o Viva Voz completou 700 edições. E nesse clima de relembrar a história do programa e as emoções vividas por aqueles que dele fazem ou fizeram parte, muitas vivetes – é assim que chamamos as meninas da equipe – se animaram e enviaram depoimentos sobre o Viva Voz. Confira o que nos conta a Priscilla, nossa eterna artista e futura cineasta:

Participei do Viva Voz de setembro de 2009 a março de 2011. De longe, considero a experiência mais proveitosa de toda a faculdade, pois o aprendizado foi imenso e as amizades, astronômicas. Desde o desafio de arrumar pautas diferentes para todos os dias da semana, o contato com os entrevistados, que inúmeras vezes apresentou obstáculos, a produção de roteiros, o processo do programa ao vivo… Aquela tensão antes da entrevista… Ouviu-se muito: “O CONVIDADO TÁ CHEGANDO, MANDA A TV SEGURAR!”. E, com dois ou três minutos de atraso, mais uma vez o Viva Voz ia ao ar, com todo o respeito que conquistou ao longo desses 700 programas. Dos temas mais científicos aos mais bizarros, o programa seguiu firme e assim esperamos que continue. De constelações a terapias loucas, de temas factuais à divulgação consciente de projetos variados, do íntimo da natureza ao que ocorre no corpo humano… Tudo passa pelo Viva Voz!

Muito mais do que aprendizado…

Mas, antes de qualquer conhecimento adquirido, o que eu mais prezo são as pessoas que conheci durante essa época gloriosa. As colegas vivetes, o pessoal da Rádio e da TV Univali, o povo da coordenação e por aí vai. Já sinto enorme saudade do que vivemos e das pessoas que conviveram conosco. Sinto, principalmente, ao me dar conta de que hoje sou uma dessas pessoas… Pessoas que deixaram sua contribuição e partiram. Afinal, assim é a vida, né? Esse movimento constante e a finitude que eleva tudo à máxima importância. Algumas amizades eu trago comigo e jamais as deixarei. Mesmo o silêncio compartilhado nas confraternizações do programa significou muito. Assim como o restante das palavras e olhares que exprimiram o tamanho apreço que alguns indivíduos, unidos por uma causa, podem cultivar um pelo outro. Saudades.

E QUE A NOSSA VOZ NUNCA MORRA!

Priscilla Paese do Amaral, acadêmica do sétimo período.

VIVA VOZ 700

Hoje foi ao ar a edição número 700 do Viva Voz. Já são quase quatro anos no ar. Durante esse tempo, o projeto já foi escola para muita gente. Dezenas de acadêmicos já participaram da equipe do Viva Voz, aprendendo e ensinando, assumindo o desafio diário de trabalhar feito gente grande.

A equipe atual é composta pelas acadêmicas Camila Maurer, Marcia Peixe e Pietra Garcia, além do professor Carlos Praxedes, é claro, que coordena e apresenta a atração.

Confira o que as meninas do Viva Voz têm a dizer sobre a experiência de fazer parte desse time:

Quem já esteve nos estúdios da Rádio Univali sabe: é preciso fôlego para aguentar a subida até o terceiro piso. Seis lances de escada separam a entrada dos estúdios onde nós, meras aprendizes, assumimos o desafio de trabalhar feito gente grande. O que se faz aqui não é mais um trabalho de aula, como tantos feitos lá pelas bandas do bloco 12. Trata-se de um programa de verdade, em uma rádio de verdade, e, o mais importante, com ouvintes de verdade. Eis o que nos move, afinal.
Camila Maurer, acadêmica do quinto período. No Viva Voz desde junho de 2009.
 
Pietra, a mais jovem da equipe, também nos conta como tem sido sua experiência com o programa:
O Viva Voz não é apenas um programa de rádio, é uma segunda faculdade. Posso dizer até que é um exercício diário de confiança em mim mesma. Foi minha primeira oportunidade de entrar em contato com o jornalismo e com o público, logo no incício da faculdade. Uma experiência gratificante e inesquecível!
Pietra Garcia, acadêmica do primeiro período. No Viva Voz desde março de 2011.
 
E por último, mas não menos importante…
O Viva Voz foi a porta de entrada realização de um sonho. A primeira oportunidade de estar mais próximo de vivenciar o jornalismo e o grande fascínio pelo rádio. Logo no primeiro período comecei a fazer parte da equipe VV, em abril de 2010. Aos poucos fui participando de toda produção e me envolvendo ativamente das atividades. Cada dia é uma nova experiência, e uma oportunidade única de conhecer o universo jornalístico através do rádio e da TV.
Marcia Peixe, acadêmica do terceiro período. No Viva Voz desde abril de 2010.
 
Fica aqui o nosso agradecimento a todos os que já fizeram parte da equipe! Você serão, para sempre, parte desta história!